Museu Felícia Leiner

As atrações culturais são o ponto alto de Campos do Jordão e uma delas é o Museu Felícia Leirner.

Reunindo um conjunto de 85 obras de bronze, cimento branco e granito da artista que dá nome ao museu, o espaço tem exposições ao céu aberto em uma área de 35 mil m², dividindo o espaço com o Auditório Cláudio Santoro - sede do célebre Festival de Inverno de Campos do Jordão.

Felícia Leirner, nascida em 1904 na Polônia, se mudou para o Brasil em 1927. Nos anos 40 ela teve que abandonar seu sonho de ser cantora de ópera e aos 42 anos iniciou os estudos de desenhos e pinturas. Mas, foi no ateliê do renomado artista Victor Brecheret que foram criados seus primeiros trabalhos.

A partir de 1953 ela firmou seu talento ao participar das Bienais Internacionais de São Paulo, sendo que em 1955 foi agraciada com o “Prêmio de Aquisição” do Museus de Arte Moderna do Rio Janeiro e teve sua obra e seu nome reconhecidos internacionamento.

Entre 1957 e 1962 suas esculturas foram expostas em diversas galerias de arte e museus do Brasil, Amsterdã, Londres, entre outras cidades, porém após a morte do companheiro, Felícia decidiu se afastar dos grandes centros e encontrou em Campos do Jordão, em 1965, o lugar ideal para se refugiar e se conectar, criando mais obras hoje expostas no museu que leva seu nome.

O Internacional Sculpture Center de Washington classificou o Museu Felícia Leirner em 1987 como um dos principais do mundo! Visita obrigatória aqui!

O Museu funciona de terça-feira a domingo das 9h às 18h.


Foto via TripAdvisor.

Curta Campos do Jordão e fique no Paradise